Para nós mulheres…

 *Deborah Munhoz
*Da coletânea de poesias e crônicas:  “Memória para quem quer viver de flores”
 Obra Registrada Biblioteca Nacional   – em breve disponível na Amazon

 Guerreira - Rosa e espada

 

 

Que a Deusa que se faz presente em nós, nos dê discernimento para entender o quanto a vida é sagrada em todas as suas manifestações.

 

Que possamos expressar o sagrado através do nosso corpo, do nosso verbo, do nosso pensamento e da nossa ação no mundo, E que no exercício de expressar o sagrado no nosso cotidiano possamos  educar melhor aos homens, tornando-os homens de princípios e de boa vontade.
Que o sagrado feminino nos dê sabedoria e nos guie enquanto guerreiras amorosas, sensíveis, intuitivas e belas. Conscientes de que o corpo, enquanto matéria, é passageiro mas a essência é eterna.
Que nos inspire para construir um mundo com iguais oportunidades para pessoas diferentes onde o caráter, as habilidades, a competência e o mérito definam a remuneração e o cargo, não o gênero, a cor, a religião ou o time de futebol.
Que a Deusa nos mantenha fiéis a nossa natureza feminina nos fazendo mulheres de valor. Nos ensine o caminho do meio para lidarmos com sabedoria com o mundo que hoje está excessivamente masculinizado. Que nos ensine a ter amor para transformá-lo em um lugar bom de se com-viver.

 

Que nossas curvas nos dêem a flexibilidade necessária para fazer a verdadeira revolução que é interna e silenciosa. Que tenhamos a coragem de transformar a nós mesmas para que possamos contribuir de verdade para melhorar o mundo a nossa volta.
Que nossos seios sejam livres para alimentar nossos filhos e nossos braços nos acolham e sirvam mais do que servem ao materialismo e aos interesses de ideologias   que prometem liberdade
Que nossos olhos brilhem mais que joias e que, assim como as belas araucárias, elevem nosso corações e braços para o caminho daquilo que é magnífico e magnânimo.
E que nossos mistérios sempre encantem e acolham aos homens, tornando-os guerreiros nobres, parceiros sábios e amantes generosos para lutar o bom combate ao nosso lado.

 

Porque uma civilização forte e próspera se faz com mulheres e homens de valor lado a lado, equilibrando amor e sabedoria.

 

Para vocês, minhas amigas.

Beijos e rosas, amor e prosas, por hoje e todos os dias.

 

Da coletânea de poemas e crônicas : “Memórias para quem quer viver de flores” de Deborah Munhoz

 

em breve no Amazon

 

Obra Registrada na Biblioteca Nacionall

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s